Uruguai analisa importar cubanos após perder médicos para Brasil

O presidente uruguaio, José Mujica, disse nesta quinta-feira (5) que a possível partida de médicos para o Brasil com base no programa federal "Mais Médicos" abrirá a porta à contratação de profissionais cubanos para o Uruguai.

"A liberdade dos médicos lhes concedo abertamente e se querem trabalhar (no Brasil) não há problema, mas abriram a porta para que eu traga os cubanos", disse Mujica à imprensa.

"Falei com a presidente (Dilma), com o Brasil há excelente relação", comentou Mujica sobre a possível saída em massa de médicos uruguaios. "Não estou dizendo que vou trazer médicos cubanos, mas se os nossos forem, não vão abrir a porta para os cubanos?!" - destacou Mujica.

A ministra uruguaia da saúde, Susana Muñiz, criticou na semana passada os médicos que estão indo trabalhar no Brasil "por US$ 1.000 a mais" por mês.

Para atrair mais médicos diante do caos no sistema de saúde, o governo da presidente Dilma Rousseff está pagando 10 mil reais por mês ao profissionais que aderirem ao programa "Mais Médicos".

Radiotok.com.br Player